sábado, 26 de abril de 2014

If On a Winter´s Night - Sting - 2009


Imagine que você está em uma floresta antiga em uma fria noite de inverno ao redor de uma fogueira. Ao compartilhar esse fogo com amigos, de repente começam a surgir antigas histórias e, com elas, antigas canções há muito tempo esquecidas, que trazem consigo milenares histórias sobre a humanidade e a promessa dela se tornar algo mais do que um simples aglomerado de pessoas. Bem... É provável que você não esteja em uma floresta assim, ou mesmo ao redor de uma fogueira com amigos, porém tais canções existem.


Em outubro de 2009 o talentoso Sting lançava If On a Winter´s Night, um disco em que, com grande delicadeza e talento, o antigo líder do The Police costura canções cristãs de Natal que conseguem criar uma atmosfera sublime e cheia de um profundo respeito. A voz de Sting é mais grave e profunda nas canções e o ouvinte entende que no fundo ele está contando segredos preciosos e antigos.


Canções como por exemplo Gabriel´s Message conta o encontro entre Maria e o anjo Gabriel, que vinha para anunciar-lhe a vinda do Messias através da humilde jovem. Através da canção é possível se perceber o quão sublime e cheio de mistério deve ter sido essa visita divina à Maria, ainda incapaz de acreditar que seria instrumento para trazer ao mundo o precioso e pequeno bebê.

 
O disco avança e traz canções que transportam o ouvinte para uma outra realidade de reverência e veneração. Acompanhado de músicos particularmente talentosos, é possível ser conduzido à lugares secretos dentro de si onde, não raro, é possível deparar-se com o sagrado. Sempre gostei do Sting,  porém quando entrei em contato com esse trabalho do músico inglês no Natal de 2009 surpreendi-me com tal atmosfera de sensibilidade envolvendo temas cristãos, temas aliás tão banalizados atualmente pela enxurrada de artistas vazios e sem a ideia real do sagrado.


Para ser ouvido não apenas em noites frias e sob uma atmosfera intimista, o disco na verdade fornece um ambiente propicio para se entrar no ambiente secreto da própria alma e meditar sobre verdades que percebo (hoje, mais do que nunca) que ainda não foram compreendidas por ninguém, nem mesmo por aqueles que se apregoam oráculos do reino.


Para mim um dos meus discos favoritos e que, a cada vez que o ouço, me mostra recônditos escondidos da minha alma que precisam ser iluminados.

2 comentários:

  1. Poxa Marcelo fiquei curioso para ouvir essas canções e quase pude ouvir aqui do lado da minha tela ao ler essa sua reflexão sobre esse álbum do Sting. Essas fotos também criaram essa áurea de mistério e de vontade de poder colocar essas músicas e no inverno gostoso, que aqui no nordeste não tem muito, mas no mês de junho chega, e na minha cidade, fica aquele frio gostoso e com uma boa taça de vinho, pensar na vida e do que deixamos e ainda podemos fazer para aproveitar a vida ao máximo e claro nos aproximarmos cada vez mais do criador. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, valeu pelo comentário amigo Marcílio!!

      Fico muito contente quando percebo que consigo compartilhar o que sinto com os amigos e há correspondência nisso.

      Esse álbum, se escutado com a alma, consegue nos levar a um ambiente sagrado muito fácil. Espero que vc o ouça oportunamente e se o fizer me conte o que achou!!

      Grande abraço pra vc!!

      Marcelo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados