terça-feira, 17 de agosto de 2010

O Senhor do Tempo...

Às vezes eu procuro falar algumas coisas para Deus. Nos últimos tempos porém, tenho preferido ficar  sentado em silêncio mesmo ao lado d´Ele. Em parte pela dificuldade em ecnontrar as palavras verdadeiramente sinceras, em parte porque Seu silêncio tem mais significado que as minhas palavras. Recentemente ouvi uma canção que de tão bonita fui perguntar à Ele se eu poderia roubar aquelas palavras para oferecê-las em oração...

"Mestre..., me veja menino. Deixa-me correr com Teus pequeninos. Mestre... de rosto amigável, de sorrriso largo de sereno olhar. Eu... fui a Ti criança e me recebeste de braços abertos. Que estranha distância, agora... Senhor lembra do menino que eu fui outrora."

"Mestre..., lembro que eu buscava e me derramava, choro adolescente. Lembro, daquele caderno onde eu anotava minhas orações. Jovem, busquei a Ti por refúgio certo para um moço aflito. Que estranha distância, agora... Senhor lembra do rapaz que eu fui outrora.

Mestre..., estou bem mais velho e o amor que eu tinha... Onde foi parar? Mestre..., fala a esse homem. Que se emocione, vá recomeçar. Faz-me correr e assim, retornar ligeiro ao primeiro amor. Deixa-me ver novamente o meu nome... Escrito nas santas mãos do Senhor do tempo". O Senhor do Tempo - Stênio Marcius (Canções à Meia-Noite).

4 comentários:

  1. Meu querido irmao, suas palavras me remetem ao passado distante e nostalgico, onde partilhavamos juntos segredos e brigas em meio a um ambiente sempre harmonioso criado por nossos pais! Sinto-me orgulhosa de vc,e de suas escolhas!!! Sinta-se amado! Que Deus te guarde sempre debaixo de suas asas!! AMO-TE! Marcia.

    ResponderExcluir
  2. Parábens pelo blog!
    Amo suas postagens...sempre me levam a reflexão.
    Perdoe-me dizer, mas viva um pouco mais leve.
    Só agora estou fazendo isso vale a pena!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Vi esta postagem num widget seu. Parei aqui. Gostei das imagens, tanto quanto da canção (que desconhecia até agora). Às vezes, pego fotos de minha infância e um turbilhão de sentimentos se dão. Mas, mesmo assim, paradoxalmente, isso me traz paz. Abç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kleiton...

      Boa e grande surpresa vê-lo por aqui nessa postagem de 2010. Essa canção é de um compositor/cantor que gosto muito, o Stênio Marcius.

      Tal qual você, trago lembranças comigo que me fazem refletir sobre coisas que durante muito tempo fizeram parte de minha vida. A busca continua e tudo que eu não quero é perder a capacidade de me maravilhar diante de algumas coisas e entender que, felizmente, jamais conseguirei esquadrinhar totalmente algumas coisas insondáveis.

      Grande Abraço!

      Marcelo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados