sexta-feira, 19 de abril de 2013

Coleção Graphic Novels Marvel


Prezados, nos últimos dois dias os leitores de quadrinhos foram tomados de assalto por uma notícia que, embora ótima, veio acompanhada de muita decepção, raiva e surpresa com a falta de respeito das editoras que lançam materiais extremamente interessantes e esperados por muitos em nosso país, porém sem nenhum respeito pelo consumidor que quer apenas informações mínimas e plausíveis sobre o lançamento. Formada por aproximadamente 60 números a Coleção de Graphic Novels Marvel foi lançada em diversos países e reúne importantes histórias do universo marvel. Desde sagas mais antigas (que muitos ouvem falar mas na verdade nunca leram) até sagas mais recentes como "Guerra Civil" de 2006. A notícia do lançamento dessa série veio desencontrada e cheia de contradições pelas redes sociais. Diversos blogs e sites especializados tentaram logo rastrear o boato indo até sua aparente origem, a Editora Salvat, que à princípio está lançando a coleção por aqui. Isso causou muita estranhesa já que quem tem os direitos de publicação do material da Marvel em diversos países (inclusive no Brasil) é a Panini. Os contatos feitos com a Editora Salvat mostraram-se uma verdadeira "Via Crucis" para os interessados, já que os atendentes além de falta de preparo, mal sabiam do que se tratava essa coleção.


Até o final do dia de ontem sabíamos, à princípio que (aparentemente) esse seria um lançamento conjunto entre Panini-Brasil / Editora Salvat. Bom... Resolvido esse mistério (pelo menos à princípio) veio outra decepção. Ninguém sabe dar informações claras sobre onde essa coleção será distribuida, se em bancas, quais cidades seriam contempladas, se o material poderia ser adquirido ou não pela internet, se seria enviado à grandes livrarias para comercializa-lo (Livraria Cultura entre outras grandes livrarias por exemplo)... Ou seja, percebe-se uma total falta de respeito com um público que se não fosse por ele, essas editoras nem existiriam no Brasil. Infelizmente o que temos é: cada um por sí! Cada um deve tentar correr atrás de jornaleiros, livrarias e sei mais o que, para saber se a coleção virá ou não para sua praça. Além do desrespeito óbvio pelo cliente, atitudes como essa apenas permitem o aparecimento de um fértil terreno para a venda do material fora dos fluxos convencionais de compra. Ou seja, o material começará a aparecer em sites como Mercado Livre à preços absurdos.


 O leitor sabe que às vezes uma coleção é lançada de forma setorizada até mesmo para a editora ter uma ideia do sucesso ou não do material e assim programar um lançamento maior. Porém, a falta de informação é tão aviltante que eu ouso dizer que a raiva que os colecionadores sentem já é de cara um estímulo para o projeto naufragar. Algo que tinha tudo para fazer sucesso em um país como o nosso que passa por um interessante momento econômico (apesar de tudo que sabemos a respeito de inflação e tudo mais) e que possui um mercado super aquecido para o colecionismo acabará morrendo na praia. E eu não estou sendo pessimista, apenas estou dizendo o que eu como leitor e consumidor sinto. As sagas presentes nessa coleção são extremamentes interessantes e poderiam suprir a necessidade que muitos possuem, não apenas para completar suas coleções, mas também para que novos leitores entrassem em contato com histórias que apenas ouvem falar, mas na veradde nunca leram. O potencial que algo assim possui para conquistar novos leitores é muito grande. Porém a editora prefere tratar o material como algo sem importância nenhuma.


Em contato que fiz há pouco com uma das maiores e mais bem antenadas comic shops de São Paulo, a Comix, eles apenas me confirmaram o que eu já sabia. Ninguém sabe de nada e eles tem quase certeza que São Paulo não receberá o material, e que cada um deve se f%$#@ à procura dos volumes junto à vendedores informais, jornaleiros, bancas e quiçá livrarias. Bom amigos... Esse é o panorama que se apresenta à todos nós. Uma falta de profissionalismo e respeito com todos.


Caso você tenha alguma informação ou um maior esclarecimento sobre essa malfadada empreitada, ou mesmo queira apenas expressar o seu profundo descontentamento por ser tratado como "lixo" como eu me sinto, deixe seu comentário.


É por essas e outras que percebo que o "gargalo" de nosso país não é apenas de infra-estrutura, é também de "Boa Vontade", "Profissionalismo" e "Respeito" para com as pessoas. Tais valores são internos e pessoais, ou seja, milhões de reais não adiantarão muita coisa se o ser humano por trás de tudo não tiver uma atitude diferente diante de seu semelhante e de sí mesmo.


Eu já conhecia os atrasos, falta de informação, entregas erradas e o pífio serviço de assinaturas da Panini, porém a Editora Salvat eu mal havia ouvido falar dela. Pois mando um recado para seus executivos (que provavelmente nem se importarão com ele): vocês perderam uma grande oportunidade, pois quando a maioria das editoras de um país, no ramo de quadrinhos, trata como "escória" seu público, o aparecimento de uma nova empresa com uma tratativa nova e diferente cairia rapidamente no gosto dos leitores. E uma coisa eu digo para vocês burocratas editoriais: a fidelização de um cliente é algo duradouro e às vezes até permanente. Meus pêsames à vocês.


Fica aqui meu protesto e minha indignação por tamanha falta de visão, respeito e sensibilidade ao mercado editorial. Falo isso publicamente, mas com pouca esperança que vocês mudem, pois mesmo que vocês leiam meus comentários creio que nem se dignarão a responder. Eu ia chama-los de "capitalistas", mas nem isso se aplica, pois o "capitalista", mesmo o selvagem, saberia ver essa oportunidade que vocês estão deixando passar.


Aos amigos do Blog peço desculpas por terem que ler tais palavras de indignação, espero não ter comprometido o dia de vocês. Abraço à todos!

18 comentários:

  1. Precisa pedir desculpas não. O negócio mandar esse pessoal se ferrar mesmo. Não gosto nem de ver anúncios de coisas assim, que talvez nunca se tornem acessíveis a mim apenas por uma razão de geografia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha...

      Estou puto da vida com esse pessoal que acha que nós (justamente aqueles que sustentam o emprego deles) somos lixo.

      E é o que eu digo. A Panini a gente já sabia que tinha seus problemas crônicos. Agora muito me admira a Salvat ter se metido nesse embrolho. Ela perdeu a oportunidade de ficar quieta sem lançar nada, do que lançar algo que não sabe nem responder uma simples pergunta.

      É como se eu fosse à um boteco e perguntasse: "Olá... Vocês servem almoço aqui?", e o dono ou o atendente responder, "Não sei.".

      Abc. Kleiton.

      Marcelo.

      Excluir
  2. Ola, moro em Guarulhos e saiu em banca de jornais, semana que vem dia 22, sai o numero dois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amigo... Ouví falar que o Município mais próximo de São Paulo que a coleção chegaria seria Guarulhos. Porém, obtive essa informação vasculhando sites e blogs porque pela empresa mesmo não há menção em qualquer tipo de mídia e os atendentes não sabem nem que dia é hoje.

      Fico feliz por vc. Terá a oportunidade de comprar!

      Gde. Abc.

      Marcelo.

      Excluir
  3. de todas as informações q eu apurei até agora....

    a + confiável é de q a coleção ainda tá em fase de TESTES e q por enquanto será distribuída só em algumas cidades. Só depois vai pro resto do país!!!

    é o mesmo esquema q rolou com a sminiaturas... testes, falta de informação, bagunça, dificuldade de se encontrar o produto!!!

    nada de novo no front....

    Abs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo...

      Blz? Pois é... Mas aquilo que falamos: custava as empresas manterem um canal mais honesto e eficiente de informação? Ou no mínimo enviarem à uma nota explicativa com todos os detalhes? Mas é isso... Eles preferem nos tratar dessa forma, ou seja, como se fossemos consumidores acéfalos e sem emoções, em palavras, "Zumbis".

      O problema que coloco na matéria pode parecer simples, ou mesmo um simples descuido por parte das duas editoras, mas na verdade ele é a ponta do icebergue de uma questão mais profunda. A falta de consideração com o publico.

      Esse cenário precisa mudar e infelizmente percebo que só muda se reclamarmos.

      Valeu Leo!

      Gde. Abc.

      Marcelo.

      Excluir
  4. Marcelo, você quer um conselho de "brother"? Não esquente a cabeça com isso.
    Se eles não querem divulgar e espalhar o material, o problema será só deles.

    Quanto a saberem ou não dos detalhes, funcionários de editoras dificilmente sabem dizer detalhes sobre algum lançamento. Seria mais fácil você adquirir as informações em lugares como você mesmo citou: a Comix. Se a Comix não sabe, então, aí torna-se um problema de fato.

    É por essas coisas que ainda agradeço àquela editora que disponibliza informações e imagens de seus lançamentos. A editora que faz isso, além de ajudar muito a gente com as informações a respeito de suas revistas lançadas, também ajuda a si própria nas vendas das mesmas, pois a gente acaba tendo uma noção maior do produto e uma segurança e estímulo ainda maior em comprá-lo.

    Editoras que ficam relutantes em permitir detalhes dos lançamentos de sua revistas tem mais é que se ferrar mesmo.... e esses profissionais da área que estão, nessas editoras, deviam sair do pedestal ao qual se encontram e serem um pouco mais humildes. Não queremos pessoas perfeitas e nem simpáticas, apenas pessoas profissionais e compreensivas para com nosso papel de leitor e consumidor.

    Abraços.

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabiano...

      Valeu pelo comentário! Resolví falar desse jeito porque andei percebendo que ficar guardando as coisas às vezes faz mla pra gente mesmo Então resolví falar mesmo. Com isso me sinto melhor agora! he he

      Os caras são muito obtusos! A editora que faz o que vc falou acima está, colocando o respeito pelo consumidor em 1º lugar. Olha, alguns Call Centers deveriam deixar de existir porque as pessoas não sabem "lhufas".

      Quando vc fala "Editoras que ficam relutantes em permitir detalhes dos lançamentos de sua revistas tem mais é que se ferrar mesmo..." eu diria até outra coisa que também começa com a letra "f"! rs rs

      Esses burocratas se sentem mesmo! Tudo que queremos se resume no que vc falou "pessoas profissionais e compreensivas", e eu acrescentaria, e com informações.

      Valeu amigo. Vamos continuar denunciando esse tipo de desrespeito!

      Abcs.

      Marcelo.

      Excluir
    2. Marcelo,

      Sobre falar porque se sente melhor, é bem por aí.
      Sei bem como é. rsrsrs...

      O "contra" desse ato de desabafo é que a gente passa a ser mal visto por aqueles que sequer prestam atenção ao que a gente escreveu, só assimilam o que bem querem e depois fazem ofensas pessoais alegando serem críticas construtivas. kkkk... Então, se esses desabafos acontecerem de novo, tenha em mente desse risco que você corre.

      Eu não ligo pra isso, mas é verdade que as palavras possuem sua força e que a desaprovação de pessoas pode incomodar e gerar sentimentos ruins em quem não está acostumado com isso.

      Eu acho que sou meio masoquista nesse sentido. As vezes gosto de provocar a reação das pessoas e a observá-las.

      Tenha um bom domingo.

      Excluir
    3. É verdade Fabiano... Há pessoas que entendem o que querem, ou melhor, entendem aquilo que as favorece ou aquilo que vai ao encontro do que pensam. Dessa forma pervertem todos os argumentos que usamos com boas intenções.

      Realmente precisamos estar atentos. A dica e o conselho é bem vindo.

      Um grande abraço e uma boa semana!

      Marcelo.

      Excluir
  5. Marcelo querido!!!
    Curta com moderação, não se preocupe tanto.
    Abraços! Um final de semana feliz e abençoado pra ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo bem!?

      Tranquilo... Só acho que a gente tem começar a falar sobre essas coisas. Pois, se ninguém comenta parece tudo normal.

      Mas tranquilo. Essas coisas na verdade são pra se divertir. É falar mal daqueles que merecem!! rs rs

      Abcs!

      Marcelo.

      Excluir
  6. eu costumo visitar teu blog e nunca comentei nada.
    porém gostaria de parabeniza-lo pela postura tomada aqui.
    a falta de respeito e atenção com o cliente é a coisa mais burra que uma empresa pode fazer, pq se ela não se interessa pelos sentimentos do cliente, pelo menos que não seja burra e se interesse pelo dinheiro dele.
    lamentável.
    tenho uma empresa e sou cercado de elogios diariamente pelo simples fato de responder emails no mesmo dia que recebo.
    é bom pra mim, mas indica que, CLARAMENTE, algo está bem errado.
    novamente, parabéns!
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Bruno.

      Acho que é isso mesmo. Temos que começar a dar um retorno para esses caras pois nosso silêncio pode dar à eles à falsa impressão de que está tudo bem. Eu sou como você. Muitas e muitas vezes eu entrei numa loja para comprar algo que até nem era uma coisa tão necessária para mim mas que de certa forma eu gosto, e no final eu acabava comprando pela atenção, respeito e informações corretas recebidas. Você sente alí uma relação crescer. Eu posso dizer com toda certeza que eu sou um consumidor fiel. E tenho certeza que é assim que a maioria das pessoas são.

      Você colocou no seu comentário algo que eu queria ter dito, pois sintetiza o que tentei expressar em alguns pontos da matéria, vou até transcrever aqui:

      "se ela (a empresa) não se interessa pelos sentimentos do cliente, pelo menos que não seja burra e se interesse pelo dinheiro deles".

      Cara, nem capitalistas esses caras conseguem ser. Pois para ser um bom capitalista hj em dia é necessário uma coisa que falta a eles: "Planejamento Estratégico", que passa pelo respeito junto ao cliente.

      Valeu Bruno... Minha ideia é com o tempo formarmos uma rede de consumidores de HQs e Colecionáveis sólida e séria, de maneira que esses burocratas de plantão pensem duas vezes antes de nos tratar como consumidores de 3ª Classe.

      Gde. Abc.!

      Marcelo.

      Excluir
    2. Marcelo você disse tudo em poucas palavras. Parabéns por mostrar toda nossa indignação com esses pretensos gerentes, diretores e executivos. Os lançamentos de quadrinhos aqui no nosso país é de um amadorismo incrível. E quando tudo dá errado, ainda querem colocar a culpa em nós leitores. Eu espero está errado, mas acho que essa coleção já nasce com um pé na cova. rs rs rs . Abraços.

      Excluir
    3. Valeu Marcílio!!

      Pois é amigo... Nasceu com pé na cova mesmo! rs rs. Os caras não entenderam o mercado que tem em mãos, ou seja, leitores antenados, exigentes e relativamente organizados. E somos muitos. Sendo assim eles poderiam ganhar muito mais!

      Um grande abraço pra vc amigo!

      Marcelo.

      Excluir
  7. cara apoio tudo que falou .se vc queserem famos fazer uma pediçao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Romulo? Blz?

      Pois é... É o que dá vontade. Lendo o Blog do Leo Raad (Submundo-HQ) a gente ficou sabendo que o período de teste da coleção será de 60 dias e que após esse período o lançamento seria expandido. Vamos ver!

      Porém, tais informações chegam com muita dificuldade e sem grande profissionnalismo da editora. Bom... Vamos ver! Espero que com toda essa repercussão negativa a gente as coisas mudem!

      Abcs.

      Marcelo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados