quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

O Hobbit - Uma Jornada Inesperada


Todos estavam com muitas expectativas sobre o novo filme do universo do "Senhor dos Anéis", épica e monumental obra de J.R. Tolkien. Muitos talvez não saibam, mas 60 anos antes dos eventos narrados na Trilogia "O Senhor dos Anéis" haviam ocorrido acontecimentos tão interessantes quanto aqueles vistos na "Sociedade do Anel", "As Duas Torres" e "O Retorno do Rei". Tais acontecimentos são narrados no livro "O Hobbit". Na verdade, Tolkien escreveu 1º "O Hobbit" e apenas tempos depois expandiu essa mitologia na trilogia. Eu havia lido algumas resenhas sobre o filme "O Hobbit - Uma Jornada Insperada", porém como acho injusto emitir uma opinião sobre uma obra sem experimenta-la resolvi assistir primeiro. O filme é bom! Muitos daqueles que escreveram sobre o filme ficaram procurando o tom épico de "O Senhor dos Anéis", e aí eu acho que está um dos seus erros. 

Bilbo Bolseiro aceita a aventura!!

Aviso: Não há "spoilers" à frente.

Bilbo Bolseiro em seu 1º encontro com Gandalf

Embora o filme possua sim um certo tom épico ao fundo ele narra uma jornada mais intimista. Nela, 13 anões liderados por Thorin Escudo de Carvalho (herdeiro do reino dos anões) bate à porta de um certo hobbit chamdo Bilbo Bolseiro (muito bem interpretado pelo inglês Martin Freeman). Bilbo como todo hobbit, vive no pacato "Condado", uma terra alegre e provinciana. O Mago Gandalf (novamente interpretado por Ian McKellen), chega trazendo os 13 anões e vê em Bilbo uma coragem que nem mesmo o pequeno hobbit encherga em sí mesmo. A jornada desse estranho grupo liderado por Gandalf e Thorin mostra sinais aqui e acolá dos eventos perturbadores que viriam ocorrer na Trilogia futura e isso é uma atração à parte para o fã desse universo.

Os 13 Anões que batem à porta de Bilbo

Em minha opinião o filme fica mais interessante à medida que avança. Há muitas situações de perigo que parecem impossíveis de serem vencidas pelo grupo e nisso o filme lembra bem o livro "O Hobbit". Lí o livro há muito tempo atrás e, para quem também o leu, é sabido que não há elementos suficientes na história para contemplar 03 filmes, como será o caso. "O Hobbit - Uma Jornada Inesperada" é apenas o 1º dessa trilogia. Isso fez com que a narrativa fosse mais trabalhada em situações que Tolkien narra apenas de forma rápida. À princípio isso pode parecer uma enganação, porém os produtores e o diretor (Peter Jackson) fizeram tais enxertos baseados em escritos adicionais deixados por Tolkien e tendo por base toda a rica mitologia da Terra Média. Dessa forma tal expansão permaneceu fiel às ideias e conceitos originais.

Bilbo em sua casa recebendo o indesejados, festivos e beberrões Anões

É muito bom rever personagens consagrados em "O Senhor dos Anéis". Durante uma parada na élfica "Valfenda", há um encontro importante reunindo nada menos que "Elrond - O Senhor dos Elfos de Valfenda", "Saruman - Chefe da Ordem à qual Gandalf pertence" e a bela "Galadriel". Todos interpretados pelos mesmos atores a saber, Hugo Weaving, Christopher Lee (o Eterno Drácula) e Cate Blanchett, respectivamente. Até mesmo Elijah Wood aparece na pele de Frodo em uma sequencia pertencente ao futuro de Bilbo, sequencia essa que liga bem o "Hobbit" com "O Senhor dos Anéis". É nesse encontro em Valfenda que Ian MacKellen (Gandalf) dá um "show" de interpretação (em minha modesta opinião), e destaco sobretudo as palavras que ele profere em um diálogo à sós com Galadriel. Sua palavras à respeito de pequenas coisas sintetizam exatamente aquilo em que acredito!
O Grupo já formado!
Gostaria de destacar tambem a presença de "Gollum" (novamente interpretado por Andy Serkis). A sequência que mostra um embate verbal entre ele e Bilbo é também um dos momentos altos do filme. Ali fica bem expressa a deformada existencia de Gollum e ao mesmo tempo a beleza da alma de Bilbo. Martin Freeman aliás, constrói um Bilbo pelo qual você passa a gostar apenas com o desenrolar do filme. Ele consegue demonstrar porque Gandalf geralmente escolhe Hobbits para auxilia-lo em suas empreitadas. Isso ocorre não porque os atos de bravura de Bilbo são maiores que os dos outros anões, isso ocorre porque Bilbo os empreende com total consciência de sua pequenez!!

Abaixo alguns anões.

Ori

Balin

Bombur

O filme me agradou e, graças às grandes interpretações de Martin Freeman (Bilbo), Ian McKellen ( Gandalf) e Richard Armitage (Thotin Escudo de Carvalho) o filme ganha especial valor. Quando Tolkien escreveu "O Hobbit", ele o recheou com algumas ilustrações que se tornaram clássicas. Termino essa matéria oferecendo algumas. Abraço à todos!!

A Chegada de Gandalf ao Condado

Bilbo (ao centro) e os Anões em sua casa: prenúncio de uma grande aventura

O Dragão "Smaug", que terá importante papel nos próximos filmes

17 comentários:

  1. Muito legal Marcelo,

    Li o Hobbit e estou na expectativa do filme... Se for metade do livro, será inesquecível...

    Grande abraço e parabéns...

    Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Daniel!? Blz?

      Pois é... Eu gostei do filme. Havia lido algumas críticas não muito favoráveis,porém aprendi a não levar isso tão em consideração pois com o tempo percebí que muitos críticos dão uma opinião baseado em seu gosto pessoal, o que eu acho uma grande injustiça.

      Depois se vc for ver me conte se gostou!

      Gde. Abc.!!

      Marcelo.

      Excluir
  2. Oi Marcelo, não li o livro e nem vi o filme, gosto do tema e apreciei a postagem. Muito bom ver sua opinião, deu até mais vontade de ir para o cinema. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Paulo...

      O livro é bem envolvente, uma leitura muito menos densa que o Senhor dos Anéis. Vale muito a pena!

      Para o filme eles deram uma enxertada em vários trechos, mas em minha opinião ficou fiel sim!

      Depois de vc assistir me conte o que achou!

      Abc.

      Marcelo.

      Excluir
  3. Minha idéia é esperar q saiam os 3 filmes... e assistir tudo duma vez só!!!

    só achei um absurdo dividirem em 3 partes uma adaptação de um livro com menos páginas do q qq outro da trilogia anterior!!!

    enfim... daqui a 3 anos saberei se valeu a espera, rs!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Léo!? Beleza?

      Então... De início eu tive a mesma impressão que vc sobre essa questão de expandirem apenas um livro em uma Trilogia de Filmes. Achei uma tentativa de Caça-Níqueis... Porém Peter Jackson em uma entrevista disse que buscou escritos específicos de Tolkien bem como uma imersão no Universo da Terra Média para fazer essa expansão. Claro que isso pode ser uma desculpa apenas para ganhar mais dinheiro criando 03 filmes ao invés de apenas 01. Nesse sentido acho que o que vale é o resultado na Tela. Eu particularmente gostei, pois não sentí que foi uma expansão tosca ou mesmo sem sentido, achei que ficou integrada ao todo. Porém, é claro, será uma leitura de cada um.

      Vamos esperar... Em 03 anos você me fala o que achou!!

      Valeu Léo!

      Marcelo.

      Excluir
  4. Grande Marcelo,

    Fiquei muito feliz de encontrar seu blog nestes últimos dias de 2012...

    Parabéns pela relevância e comentários inteligentes...

    Um feliz natal e ótimo ano novo para a família toda... Que 2013 nos dê animo de manter o bom trabalho...

    Grande abraço, amigo...

    Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Daniel!

      É isso aí! Que em 2013 possamos fortalecer laços de amizade e tenhamos todos muita saúde.

      Vou tentar ainda esse ano publicar alguns destaques de 2012 na área dos quadrinhos, cinema, livros e música em minha opinião. Vamos ver! Depois veja minha lista e dê sua opinião!

      Valeu amigo! Gde. Abc.

      Marcelo.

      Excluir
  5. Marcelo, ainda não li sua matéria, mas quero desejar-te um feliz natal a você que é uma pessoa muito querida por mim e que só me acrescentou coisas boas este ano de 2012.

    Abraços e tudo de bom, muitas felicidades!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário e pelas palavras Fabiano...

      Desejo também tudinho bom pra vc e todos os seus!

      E que possamos continuar desenvolvendo essa rede de idéias e amizade!

      Abção.

      Marcelo.

      Excluir
  6. Marcelo,

    Agora li a matéria e vi cada imagem. Eu me lembro que assisti só ao primeiro filme do Senhor dos Anéis. Até quis assistir aos outros, mas na época eu não tinha muito interesse pelo tema e só achei o primeiro canativo demais, por isso, na época, não fui atrás dos outros. Fiquei feliz, eu me lembro, de ter ouvido uma música de ENYA em uma deles, pois adoro a cantora muito antes dela fazer esse sucesso que a projetou mundialmente.

    Pelo jeito, ao ler suas palavras, não há muito o estilo que vi em "O SENHOR DOS ANÉIS" nesse filme. Acho até que isso é bom porque é preciso desvencilhar uam coisa da outra. Embora há determinadas ligaçõe,s sabe-se que são obras distintas e seria muito ruim simplesmente fazer essa nova trologia como sendo novas partes de "O SENHOR DOS ANÉIS". Isso funcionou bem em STAR WARS, mas o contexto era completamente diferente do que o que vimos nessa produção.

    Eu não sei quanto a você, também não li o livro, mas quando vejo um filme que já conheço o livro, fico com a sensação de que o livro sempre teve mais coisas a nos transmitir.

    Abraços. Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabiano!!

      Também penso como vc sobre livros serem, em geral melhores. Isso ocorre, eu creio, em função de que o espaço para descrição de uma cena, de um pensamento interior de um personagem, muito maior no livro. Isso dimensiona a descrição de forma que a narrativa do filme não permite. Em minha experiência na maioria das vezes o livro é melhor.

      O fato talvez é que as linhas narrativas do cinema e do livro são diferentes.

      Quando assistir me conte se gostou do filme!!

      Valeu!

      Abc. Marcelo.

      Excluir
    2. Contarei sim, Marcelo!

      Sobre o livro, é exatamente como eu penso. A literatura consegue essa facínio com as expressões de um personagem em seus penamentos, sentimentos, situações que o filme muitas vezes não consegue. São linguagens diferentes. Ambas interessantes.

      Abraços. Fabiano Caldeira.

      Excluir
  7. Oi Marcelo, voltei para desejar que o espírito de Natal, permaneça vivo e traga sempre boas novas no ano vindouro. Obrigado pelos últimos 365 dias de sua amizade e que este momento seja constante em nossas vidas. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Paulo!

      Desejo pra vc e para toda sua familia muita paz e saúde.

      Agradeço também sua amizade!!!

      Valeu!

      Marcelo.

      Excluir
  8. vamos fazer parceria?
    http://scantorrents.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo... Tudo bem??

      Valeu pela presença!

      Então... Meu espaço aqui é simples e modesto, mas no que eu puder ajudar estou a disposição para divulgarmos coisas boas!!

      Valeu!

      Marcelo

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados