quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Reboot DC: Qual o saldo até aqui? - Parte II



Bem amigos... Conforme prometido na matéria anterior sobre o saldo do Reboot da DC, segue a matéria sobre minha opinião a respeito das demais revistas desse polêmico evento também conhecido como "Os Novos 52". Construí minha opinião seguindo a escala apresentada abaixo.


Universo DC 1

Essa revista traz um mix com 07 histórias de diversos personagens da DC. Alguns mais conhecidos, outros menos. Vamos a elas:

1ª - Essa primeira história foi para mim uma grata surpresa. Ela traz o início das histórias do Aquaman nesse ambiente pós Reboot. Aquaman sempre foi um personagem desconhecido para mim. A arte do brasileiro Ivan Reis impressiona e a história funciona bem justamente pelo fato do reteirista Geoff Johns admitir que o personagem ainda não possui um super status, mas se continuar assim terá!! Detalhe: a cena do Aquaman pedindo peixe para comer num restaurante é hilária!! Nota: 3.

2ª - A segunda história traz um Gavião Negro, personagem que eu particularmente admiro pela sua selvageria, um tanto quanto estranho do que eu já tinha lido há muito tempo. Até o meio ela vai bem, mas mais para o final fica confusa e me fez perder o interesse. Nota: 2.

3ª - Essa história traz o desconhecido personagem OMAC (o Hulk da DC?). OMAC foi criado por Jack Kirby e a história é uma verdadeira homengem a ele, desde o tipo de narrativa que lembra as HQs antigas até o traço de Keith Giffen (que imita o de Kirby). Dei  Nota: 2.

4ª - Nuclear é o herói dessa quarta hsitória. Eu gostava do Nuclear, mas achei estranho Ronnie Raymond não dividir mais a personalidade com o Professor Stein quando se transforma em Nuclear. Nessa nova DC Stein está morto (!!). Achei a HQ reular, ou seja, Nota: 2.

5ª - Não conhecia o personagem dessa quinta HQ: Senhor Incrível. Achei regular. Alguns momentos ela se torna bem interessante, mas não chega a prender a atenção como a do Aquaman fez. Nota: 2.

6ª - Os Falcões Negros estrelam uma aventura "zero" a "zero". Li algumas histórias deles nos anos 90 e não me chamaram tanta atenção. Essa seguiu no mesmo caminho. Nota: 2.

7ª - Uma das grandes expectativas da revista estava nessa estréia da Mulher-Maravilha que ainda não mostra muito o tom de suas futuras histórias. Alguns colegas falaram que gostaram, eu preciso ler sua sequencia, pois até aqui não me surpreendeu. Nota: 2.
Média da Revista: 2,14.


Dark 1

Essa era uma revista das que eu mais esperava para ler, pois traz as aventuras dos personagens mais sombrios da DC e a tão esperada estréia da "Liga da Justiça Dark (LJD)".

1ª - A primeira história é da LJD. Ela é interessante e vai mostrando as primeiras participações dos personagens que formarão a LJD. Nota: 2,8.

2ª - O Homem-Animal tem um poder que muita gente gostaria de ter e já teve seus dias de glória sob a batuta do Grant Morrison. Vamos ver agora. Por enquanto Nota: 2,5. 

3ª - Essa terceira história traz um personagem que morre e sempre volta com um poder diferente. Para mim foi uma HQ insipida. Chama-se "Resssureição". Nota: 1.

4ª - Não sei ainda onde querem chegar com essa quarta história que traz um monte de vampiros em preparação para invadir o mundo dos homens. Achei confusa e exageradamente cheia de "clichês". Nota: 1.

5ª - Outra grande expectativa era a volta do Monstro do Pântano para o universo regular da DC. A HQ é interessante. O problema é que a gente fica com a expectativa alta por causa da fase Alan Moore! Nota: 2,8.
Média da Revista: 2.


Flash 1

1ª -  Flash estrela essa história de abertura. Alguns colegas acharam o ritmo lento da narrativa. EU gostei da história. Dei Nota: 2,8.

2ª - Já essa segunda história do Arqueiro Verde é regular. Oliver Queen tem uma personalidade que não cativa. A HQ tem ação e luta, mas... Vamos ver... Nota: 2,2.

3ª - A terceira e última história traz o Exterminador (Slade Wilson). Olha... Às vezes acho que a DC tem personagens alternativos aos da Marvel, porém sem o mesmo carisma. O Exterminados me pareceu uma cópia do "Justiceiro", só que não funciona tão bem. Nota: 2.
Média da Revista: 2,3.








 Lanterna Verde 1

A revista do Lanterna teve um desempenho um pouco melhor que a do Flash.

1ª - Hal Jordan (o Lanterna Verde original) estrela essa história e traz sua readaptação como um sujeito normal (sem poderes), ao mesmo tempo mostra um Sinestro que repensa sua vida de vilanias. É interessante. Nota: 2,7.

2ª - A segunda história traz aventuras da Tropa de Lanternas Verdes. Ler uma HQ com o Guy Gardner sempre é um prazer! Eu gostei porque esse cara é o esquentado que todo mundo gostaria de ser. Nota: 3.

3ª -  Essa última HQ traz o Kyle Rayner sendo escolhido como novo LV. Bom... Achei normal. Nota: 2,5.
Média da Revista: 2,7.





SALDO PARCIAL: 2,3 (Regular).

Bom... Essa foi a avaliação que fiz dos títulos que lí. É claro que outros talvez tenham opiniões diferentes, mas pelo que vi em blogs e conversei com algumas pessoas parece que há sim um consenso. Eu diria que nem tudo está perdido, mas o fato de uma mega editora fazer um Reboot, cria inevitavelmente uma expectativa de algo novo, sem precedentes, inovador... Tipo um "divisor de águas" (Pré e Pós Reboot). Mas o que a gente vê são coisas que funcionam bem, outras nem tanto. Ou seja, para isso não havia a necessidade de fazer Reboot, o que reforça a ideia do "caça-níquel".

Para efeito de saldo final temos:

Saldo Parcial das revistas: Superman; Liga da Justiça; Batman; A Sombra do Batman; e Desafiador = 2,08.

Saldo Parcial das revistas: Universo DC; Dark; Flash; Lanterna Verde = 2,27.

Saldo Final = 2,17

Caso você tenha alguma outra opinião ou tenha lido algumas das outras revistas do Pós-Reboot que eu não li (e portanto não posso emitir opinião) fique a vontade para trazer seu escore. É isso aí pessoal! Grande Abraço!!

13 comentários:

  1. Oi Marcelo!
    Vc prefere os gibis antigos da DC ou os novos?
    Abçs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafael!

      Então cara! Sabe que é uma boa pergunta! Mas a verdade é que as antigas são melhores. Creio que hoje há um modelo engessado e que aqui acolá despontam alguns talentos, mas no geral há uma mesmice. Em conversa que tive recentemente com um camarada no facebook percebi que o que existe é uma tentativa de preencher a falta de qualidade com algumas coisas chocantes e muitas vezes de mal gosto em algumas histórias. Ou seja, tentar aumentar as vendas com algumas coisas que chocam. A mudança da preferência sexual de alguns heróis eu acho que é uma delas. Acho que deve existir no mundo dos super-heróis a representação de todos os tipos de pessoas, sejam de etnias diferentes, de preferências sexuais diferentes etc, etc, etc... O que acho nada a ver é mudar por exemplo uma característica de um personagem com uma mitologia já bem estabelecida só pra dar buchicho!!

      Essas coisas tornam muitas HQs superficiais. Temos uma tendência natural de achar o passado sempre melhor que o presente e isso pode ser uma injustiça com a produções atuais... Por isso tento não meter a boca em tudo até para não cometer injustiças, mas tem algumas HQs que realmente não divertem tanto.

      Blz Rafael!! Valeu aí!

      Marcelo.

      Excluir
  2. Ótima matéria, Marcelo!!!

    e mais um lote bem meia-boca de histórias, hehe...

    o "OMAC" é uma lástima mesmo, o original do REI Kirby era uma obra-prima... um gibi q trazia um visual revolucionário e marcante até hj (com cenas bizarras e surreais demais pra época)!!! Sendo q na versão atual é só mais um título tosco entre tantos... acho até q já foi cancelado se não me engano!!!

    curiosamente, de todos esses citados acima, o q eu mais gostei foi o "Ressurreição".... mas talvez pq eu não conhecesse o original e achei a proposta interessante. Tbm gostei do visual daquelas 2 minas q ajudam ele, rs!!

    Abs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo... Bom em relação ao visual das duas minas é isso mesmo! Também gostei! rsrs. Aliás destaque também para a "Mera", a mina do Aquaman!!

      O OMAC dá até dó! Porque vc vê ali um personagem com um super potencial sendo colocado no lugar comum junto com os outros!!

      Depois gostaria de ouvir tua opinião sobre esse Aquaman do Reis/Johns. Às vezes sinto falta de uma HQ que divirta apenas. Sem roteiros muito mirabolantes, algo leve, que você leia e não queime muito a "cachola". Foi isso que senti desse Aquaman aí. Você gostou?

      Beleza Leo! Abc. Marcelo.

      Excluir
  3. Olha, pra falar a verdade eu não gostei mto desse Aquaman não....

    não q eu tenha achado ruim, mas além de eu sempre ter tido uma certa antipatia pelo personagem (desde os tempos em q eu assistia o desenho dos "Superamigos"), não vi nada demais nessa nova fase q me fizesse simpatizar mais com as histórias do Aquaman!!!

    porém, reconheço q é mesmo melhor q a média geral dos Novos 52...

    só q é aquela coisa: qdo a gente já tem bronca com algum personagem, o gosto pessoal sempre vai influenciar no julgamento.... é porisso q eu quase nunca critico ou avalio os gibis do batman tbm, pois não gosto do personagem nos gibis (só no cinema)!!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é muito interessante mesmo. Acho que é assim porque até nossas experiências pessoais influenciam nossas escolhas. Veja por exemplo minha baixa avaliação da história "Ressureição".

      Por outro lado é interessante verificar que algumas coisas são unanimes, não é mesmo? Essas provavelmente conseguiram catalizar o anseio e experiência de muitos.

      Beleza Leo. Brigadão mesmo pela resposta e sinceridade. Gde. Abc.!!

      Marcelo.

      Excluir
  4. Olá, bom dia, Marcelo!

    Eu não conheço esses personagens muito bem, só de ouvir falar, na verdade....

    Minha expectativa estava mais focada nessa revista DARK. Mas, pelo que você transmitiu, acho que não perdi grande coisa ao deixar passá-la mesmo contra minha vontade.

    Legal ter compartilhado com a gente todas essas revistas. Deu para ter uma boa ideia de seu conteúdo, apesar de que nada se comparar a ter o exemplar em mãos e folhear pessoalmente.

    Eu acho que não prestei muita atenção ou foi você que não chegou a falar qual delas você mais gostou. Eu sei que, naquela outra postagem, a do Batman e "A SOMBRA..." te despertaram maior interesse. E que você gostaria que a do Superman também tivesse algo mais "tcham". Mas, agora, diante desta outra postagem, pegando todo esse apanhado de revistas, você poderia me informar qual delas mais mexeu com você?

    Parabéns pela matéria! Show de bola!

    Abraços. Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Fabiano? Tudo bem?

      Sempre perguntas interessante! Então cara... Sabe que dessas daí todas foram meio que semelhantes! Eu não diria alguma se distanciou muito das demais. Olhando as notas que atribuí, no entanto, eu diria que foram mesmo "Lanterna Verde" e "Dark". Claro que mesmo elas estão em uma posição abaixo do esperado, com 2,7 e 2,8, respectivamente. Acho que se eles tivessem um pouco mais de cuidado elas teriam alcançado uma média maior.

      A "Sombra do Batman" creio que foi o detaque maior de todas as que lí. É como eu disse. Na medida em que a editora se propõe a fazer um Reboot, acabamos ficando com uma expectativa, pois um Reboot traz consigo a ideia de renovação. Quando essa expectativa não se concretiza ficamos com a sensação do "caça-níquel" mesmo. É triste.

      Mas vamos ver... Sempre temos esperança de aqui e acolá aparecer algo que nos supreenda!

      Valeu Fabiano!! Gde. Abc. pra vc!

      Marcelo.

      Excluir
  5. "...o "OMAC" é uma lástima mesmo..."


    Ah Ah Ah AH Ah...

    O LEO ainda me faz rir com esses comentários. rsrsrs...

    ResponderExcluir
  6. Passei pra deixar-te abraço,
    e desejar um final de semana
    abençoado e feliz!
    Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI!!

      Obrigado pela visita!! Saudades!!

      Bj! Marcelo.

      Excluir
  7. Bom fim de semana, tava de bobeira e vim aqui.
    Acho que ao invés de "rebootar", deveriam "criar" novas aventuras.

    Até mais!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode crer Fabiano...

      Acaba parecendo uma maquiagem mesmo. É claro que tem coisas interessantes pós Reboot, mas é como falei "Reboot" pressupõe uma quebra de paradigmas. Daí a gente fica com esse gosto de que é uma maquiagem, ou seja, não precisava Rebootar.

      Bom fim de semana pra vc também Fabiano!!

      Gde. Abc. Marcelo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados