terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Warren Worthington III é o herdeiro de uma grande fortuna e, em sua adolescência, se descobriu especial: começou a criar asas, literalmente! Assim nascia um dos grandes personagens do Universo Mutante da Marvel, integrante da 1ª formação dos X-Men e símbolo de coisas sublimes. A vida se mostraria difícil e cheia de traumas para Warren. Sua carreira de Super-herói foi provada inúmeras vezes. Na Coleção de Miniaturas Marvel, o Anjo aparece o visual mais clássico (não como Arcanjo) e que, em minha opinião, melhor lhe representa. Nessa matéria veremos um pouco das características desta peça, bem como alguns eventos que marcaram a vida do alado mutante.  

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Miniaturas de metal que representam personagens de face desnuda, em geral são difíceis de se fazer, imagino eu. E nessa coleção podemos identificar diversos exemplos de peças que vieram com as faces um pouco mal representadas. No caso do Anjo identifiquei diversas que possuíam faces diferentes e algumas até um pouco estranhas. Para mim o grande diferencial na miniatura do Anjo é, sem dúvida nenhuma, a presença marcante e poderosa das asas. Prova disso é que a peça torna-se mais exuberante quando vista de trás. Achei o par de asas muito bem feito e com uma coloração branco-azulada muito bonita.

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Embora queiramos que os personagens sejam representados em suas clássicas posições (ex.: no caso do Anjo, voando) acredito que isso deva ser uma dificuldade para a modelagem, uma vez que, no caso desta coleção, as miniaturas devem estar fixas em uma base. Sendo assim, a pose escolhida para o Anjo foi interessante pois, quando vista de frente, lhe confere um ar de altivez e profundidade ao direcionar o olhar do herói para o horizonte. Particularmente achei o saldo da figura bem positivo ao considerarmos os aspectos que levantei: visual clássico, destaque para a grande característica anatômica do personagem (suas asas) e sua postura imponente e reflexiva.

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Warren nasceu rico e teve que esconder as pequenas asas que lhe nasciam nas costas durante sua adolescência. Estudando em uma renomada escola, descobriu que seu dom poderia lhe ser útil ao conseguir resgatar seus colegas de escola durante um incêndio. Usando uma peruca e uma túnica para esconder sua identidade dos amigos, Warren salvou a todos e assim descobriu seu dom para o bem. Não tardou para chamar a atenção do Professor Charles Xavier e assim Waren integrou a 1ª equipe dos X-Men, ao lado de Ciclope, Garota Marvel, Fera e Homem de Gelo.

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

O Anjo viveria grandes histórias naquela fase embrionária do Universo Mutante, porém na sequencia faria participações (todas frustradas) em diversas equipes: Os Campeões, Os Defensores e X-Factor. Ao lado deste último grupo o Anjo iniciaria um martírio, tendo como figura central um antigo e dissimulado amigo dos tempos de escola, Cameron Hodge. Até hoje eu não sei se todo esse martírio foi necessário. Torturado, chegou a ter suas asas amputadas, mas isso ainda seria só o começo. Capturado por um ser milenar chamado "Apocalipse" o Anjo sofreria lavagem cerebral e receberia novas asas retráteis de metal, tonando-se o Anjo da Morte. As asas de metal seriam fruto da inserção de um vírus em seu corpo que, como efeito colateral, deixaram sua pele azul. Warren perderia assim sua aparência angelical e se tornaria uma máquina de matar nas mãos de Apocalipse.

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Algum tempo depois, já livre do domínio de Apocalipse, o Anjo adotaria o nome de Arcanjo. Após um breve romance com a mutante Psylocke, o Arcanjo veria suas antigas e brancas asas despontarem novamente, substituindo as de metal. Sua pele também voltaria ao normal e Warren passaria por um bom tempo atuando mais como executivo do que como Super-herói. Como empresário de sucesso ele passaria a financiar diversas iniciativas mutantes ao redor do mundo.

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Mais recentemente Warren se descobriria com propriedades curativas em seu sangue, tal qual um fator de cura, porém que também serviria àqueles que tivessem o mesmo tipo sanguíneo que o seu. Em minha opinião eu questiono os rumos dados ao Anjo ao longo destas últimas 03 décadas. Acho que para manter boas histórias não é necessário subverter o conceito original de um personagem e, no que se refere ao Anjo, penso que os roteiristas fizeram isso. De certa forma o conceito original do herói ainda não foi restaurado. O conceito de um ser alado, de aparência angelical, livre, sublime e bom. Talvez tudo isso seja fruto do amadurecimento dos quadrinhos nas últimas décadas sob a forte influência dos sombrios anos 80, misturado à vontade de se criar histórias chocantes que aumentassem as vendas.

Miniatura Marvel Nº 31 - Anjo

Para mim o Anjo ainda permanece à espera de histórias à altura de seu conceito original. Recapitulando sua história percebe-se que toda vez que esse momento estava prestes a acontecer os roteiristas arrumavam alguma tragédia para subvertê-lo. Assim, aguardo o dia em que o personagem possa viver aventuras baseadas em uma mitologia mais próxima aos seus conceitos iniciais presentes nas mentes de seus criadores Stan Lee e Jack Kirby.

Bom amigos... Um grande abraço à todos!!

22 comentários:

  1. Marcelo tudo jóia?
    vim deixar meu recado habitual aqui!
    Não conheço muito esse personagem, confesso que só o vi em sua participação no filme X-men.
    Gostei da miniatura, e os detalhes são bem feitinhos mesmo, entretanto é uma miniatura que eu acabei deixando mais no fundinho da coleção rsrs
    Acho que pelo fato de eu não conhecer, não simpatizei tanto hehehe mas como sempre, quando a sua indicação é positiva, eu fico curioso e vou tentar dar uma entendida melhor na história dele..

    Concordo com vc, em geral quando o rosto da miniatura é "nu", em geral, ocorrem mais "defeitinhos" de pintura.. essa e a do Loki, foram miniaturas que dediquei muito tempo para escolher dentre as opções disponíveis na banca..

    Abraçãoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denis... Obrigado pelo comentário e participação.

      O personagem não é dos mais conhecidos. Mesmo dentro do universo mutante digamos que ele é do segundo escalão em termos de estrelato.rs rs

      Como comentei acima sempre quis vê-lo envolvido em historias que permitissem que seus atributos angelicais fossem mais explorados. Porém, sempre que ele estava em uma historia razoável logo o detonavam. Acho inclusive que historias que envolvessem temáticas religiosas/espirituais seriam bem vindas. Tipo aquelas que vemos no Motoqueiro Fantasma.

      Quanto a questão da "face" dos personagens é isso mesmo. Em geral as que ficam mais legais são justamente aquelas de personagens com mascaras.

      Preciso dar uma adiantada nessa serie de matérias em que comento cada peça. rs rs

      Valeu Denis... Grande abraço pra vc!

      Marcelo.

      Excluir
  2. Olá, Marcelo, tudo bom?!

    Concordo contigo quanto à beleza das asas. Elas ficaram realmente muito bonitas e são o que mais me agradam na miniatura, visto que o rosto não ficou lá aquelas coisas. Rsrs

    Não conheço muito bem o personagem, mas o pouco que sei, principalmente do desenho televisionado nos anos 90, Warren sempre pareceu depressivo e com grande dificuldade em aceitar sua condição mutante. Submetendo-se até a “cura mutante” de Apocalypse.

    O visual que eu mais gosto é o adotado quando fazia parte da formação inicial dos X-Men, aquele amarelo e azul. Mesmo sendo bem mais chamativo que o escolhido para a miniatura, a máscara protegia a identidade do herói mutante vítima do preconceito e rejeição da população “normal”.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Moisa...

      As asas realmente foram o diferencial desta miniatura. Caso contrário a peça teria pouco destaque. Inclusive quando vc a vê de frente ela não chama muita atenção. Apenas quando olhamos por outro angulo (aparecendo as asas) é que vemos como fica legal.

      Quanto à personalidade do Warren creio que nos quadrinhos ele não possui esse elemento depressivo. Pelo menos nas HQs que eu li. Acho que pode ter sido algo especifico para o desenho mesmo.

      Engraçado, já para mim o visual mais legal para o personagem é quase esse retratado nessa peça. Eu só tiraria esse tipo de mascara que ele está usando. É que penso que a idéia mais legal para o personagem seria as pessoas realmente acharem que estão diante de um "anjo" de verdade. Ainda mais que ele tem o visual emblemático que existe no imaginário coletivo: um ser loiro, de grandes asas brancas e cabelo comprido. Porém, pensando na questão da identidade vc tem razão. Como disse acima sempre quis vê-lo em historias que envolvessem o sobrenatural. Coisas de anjos mesmo. rs rs

      Valeu Moisa!

      Grande abraço...

      Marcelo.

      Excluir
    2. Excelente matéria Marcelo, realmente o Anjo não é um personagem de ponta, mas com certeza seria bem mais interessante se não subvertesse o seu conceito inicial, que é um ser bom, angelical e que ajuda as pessoas, tem melhor? Mas a falta de criatividade as vezes transforma heróis em vilões da noite para o dia. Gostei da miniatura, pois captou a natureza do personagem.

      Excluir
    3. Falou tudo mesmo Marcilio!

      Na busca de maiores vendas eles procuram historias chocantes e polêmicas. Alterando certas premissas dos personagens. Percebi isso também recentemente com o que fizeram com o Homem Aranha, fazendo com que o Octopus tomasse o lugar dele. Acho que se a editora olhasse um pouco mais artisticamente e menos comercialmente com certeza teríamos melhores historias.

      Gostei também da miniatura. Achei bem legal. Valeu Marcilio...

      Abção.

      Marcelo.

      Excluir
  3. Boa tarde Marcelo;

    Descobri teu blog recentemente e tenho seguido ele desde então pois achei muito interessante.
    Eu gostaria de compartilhar um duvida contigo; atualmente todas as minhas miniaturas da Marvel estão dentro de suas respectivas caixas dentro de uma estante pois eu estou sem espaço para expô-las, eu moro em Belo Horizonte e o calor aqui está terrível, vc acha que esse calor pode afetar a pintura da miniatura a ponto até de descascar??? Eu estou perguntando isso pq recentemente eu estava fazendo a minha limpeza (com pincel) habitual nas miniaturas e quando eu estava limpando o Magneto eu percebi que o dedo da mão direita estava descascado, eu tenho certeza absoluta que ele não estava assim, a primeira coisa que eu pensei foi se esse calor seria o responsável. Vc já passou por esse tipo de problema??? Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabrício! Puxa, valeu mesmo pelo acompanhamento aqui do Blog! Fico muito contente que vc tenha se identificado amigo! Valeu mesmo pela presença e comentário.

      Olha... Quanto à sua pergunta eu já havia pensado nisso sim. Moro em São Paulo e nesse último mês de dezembro fez muito calor aqui. Não identifiquei nenhum problema aparente advindo do calor, mas a verdade é que todo material é sim influenciado pela temperatura ambiente. Dilatando-se ou retraindo-se com a oscilação térmica. Acredito que isso não deva ser diferente com o metal do qual as peças são feitas. Tal como vc ainda não consegui comprovar se essa variação térmica aqui dos trópicos é suficiente para causar problemas nas peças e, caso positivo, o que fazer para contê-la.

      A cristaleira onde exponho minhas peças estão em um lugar em minha casa onde não bate sol diretamente, isso eu acho que já é um bom começo. Precisamos mesmo ir trocando informações entre nós para tentarmos observar o efeito desta temperatura no Brasil sobre as peças. Agora, quanto aos descascos, eu já identifiquei alguns pequenos descascados em algumas peças. Ouso dizer que nem tem a ver com o calor. Acho que a tinta já estava um tanto quanto endurecida naquele ponto e por isso pode ter se soltado ali.

      De qualquer forma Fabrício, vamos nos falando com certeza para levantarmos mais informações sobre isso!

      Gde. Abc. e obrigado novamente!

      Marcelo.

      Excluir
  4. Que legal essa postagem Marcelo!
    Gostei muito de te ler.
    A forma que escreves está fazendo-me gostar desses heróis!
    Abraços saudosos...sentimos muito sua falta por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mãe...

      Obrigado por vir me visitar aqui no Blog. Foi muito bom estar ao seu lado nesse momento complicado para todos nós! Vamos ficar juntos e firmes. Já estou com saudades!

      Obrigado por ler a matéria e fico feliz que comeces gostar desse mundo fantástico de ficção.

      Gde. Abc!

      Marcelo.

      Excluir
  5. Show de bola Marcelo.. como sempre parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rodolfo...

      Obrigado pelo comentário e visita amigo!

      Marcelo.

      Excluir
  6. Meu querido marcelo eis uma das miniaturas que mais gosto entre as poucas que possuo, cerca de 58, o anjo para mim está quase perfeito sua postura reflexiva, sua musculatura atlética e suas asas angelicais ficaram para mim na medida certa.

    Por gosto pessoal prefiro o uniforme dele em tom escuro, na verdade é esse mesmo uniforme mas em vez de vermelho, é usado um azul escuro, quase preto.

    Mas de qualquer forma é uma miniatura muito boa e uma das minhas preferidas.

    Quanto ao detalhe do rosto que voce falou, é a pura verdade ainda não adquiri o justiceiro, o loki e o superman por nao ter encontrado um exemplar que me agrade neste quesito......se bem que estou louco pelo loki.

    Quanto ao personagem nunca foi dos meus preferidos, e acho que atualmente é difícil imaginar um cara com os poderes dele enfrentando as batalhas cósmica s e espaciais que os xmen tem se metido.

    Acredito que seu ciclo se encerrou na fase em que os xmen enfrentavam vilões como magneto, arcade, sentinelas e fanático ( que saudadessssssss.......)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elton...

      Obrigado novamente pela participação e comentário! O Anjo que aparece caracterizado nessa miniatura é aquele que habita minha mente desde o 1º dia que o conheci na Marvel. Os atributos que você salienta estão muito presentes na peça e qualquer outra releitura do personagem está abaixo dessa apresentada aqui. Uma das características interessantes dessa coleção aliás, é o fato da maioria dos personagens serem apresentados em seus conceitos originais. O que acho excelente!! A cor azul também cai bem ao personagem, mantendo o uniforme.

      A "pegada" das histórias do Anjo bem que poderia se voltar para outros temas. Como comentei acima no post, acho que coloca-lo em embates envolvendo o mundo real e o espiritual seria interessante, sobretudo pelo tipo de figura que ele evoca (um Anjo). Acho-o um personagem com potencial, infelizmente porém em plano bem secundário atualmente no Universo Marvel.

      Valeu Elton... grande abraço e obrigado pela contribuição!!

      Marcelo.

      Excluir
  7. Olá Marcelo, PARABÉNS PELO BLOG, cada vez melhor, estou colocando aqui o link da minha coleção de miniaturas marvel pra vc eo pessoal dar uma olhada blz.

    Abraços pra todos.


    http://www.youtube.com/watch?v=82K4WndS9wg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Antonio!!

      Blz!!??!!

      Cara... Assisti na íntegra teu vídeo! Parabéns!!

      1º - Gostei muito do teu painel embutido na parede. Excelente!! Guardarei a ideia!!

      2º - Parabéns também pela trilha sonora do vídeo. Ficou muito bom.

      3º - Uma coisa que sempre me intriga é como dispor as peças. Qual critério usar para combina-las. Vi que você deu uma misturada entre os personagens Marvel. Você usa algum critério de combinação?!

      Valeu Antonio, e novamente parabéns!!

      Marcelo.

      Excluir
    2. Então Marcelo que legal que gostou do painel,não sou muito bom com filmagens, mas de música, gosto de um som bem pesado, que bom que gostou,no começo da coleção estava pensando em colocar as miniaturas de um determinado grupo juntas, mas como vc viu estou sem muito espaço, e agora não estou usando nenhum critério, simplesmente coloco onde há espaço,o painel é legal pra quem vai colocar poucas miniaturas, no começo estava pensando em colecionar apenas umas cinquenta, mas no decorrer do tempo mudei de idéia, e estou achando essa coleção uma "jóia",creio que logo mais vou ter que mudar de lugar e comprar uma peça maior para as miniaturas.

      Muita paz pra vc!!

      Abraços

      Excluir
    3. Legal Antonio!

      Valeu pelas dicas. Durante o vídeo eu até me indaguei:

      "Puxa... Como ele vai fazer com a continuidade da coleção!?!?"

      Quando você mostra a estante como um todo ao final da filmagem a gente percebe que não há mais espaço mesmo. Achei excelente a forma de exposição que você escolheu. Porém você está diante do problema de todo "nerd" meu amigo! ESPAÇO!! rs rs

      Espero que você encontre uma solução legal e que não envolva brigas com a esposa ou namorada! Afinal, temos que equilibrar nossa vida de colecionador com outras demandas da vida. rs rs

      Valeu mesmo. Sempre que quiser comente aqui e traga sua experiência para compartilhar. Essa do vídeo, por exemplo foi excelente!

      Quando encontrar outras soluções para exposição avise!

      Abcs!!

      Marcelo.

      Excluir
    4. Então Marcelo,vai ser uma pouco difícil pois moro em apto, e vc sabe como é, bem apertado, mas vou dar um jeito, em relação a minha esposa ela até que gosta também das miniaturas, não tenho nenhum problema em relação a isso, ainda bem, rsrsrsrs, essa é minha primeira coleção, mas a cada dia que passa fico encantado com esse universo e esses dias navegando na internet achei esse site da uma olhada, achei o máximo, se vier pra cá vai ser loucura, http://www.marvel-chess.com/ sou um apaixonado pela marvel e agora que estou materializando isso cada dia que passa acho algo novo, haja dinheiro para sustentar tanta coisa que tem por aí não é mesmo? da uma olhada nesses sites aqui, uma loucura.
      http://fanboycollectibles.com/blog/kotobukiya-dc-comics-justice-leage-artfx-statues/

      http://www.toywiz.com/sep121780.html

      Ainda não conhecia essa linha de miniaturas (Kotobukiya), muito realístico.

      Abraços pra vc.

      Excluir
    5. Legal Antônio...

      É isso mesmo. A gente sempre arruma um jeitinho, não é mesmo!? Afinal as miniaturas acabam se adaptando em qualquer lugar. rs rs

      Minha esposa é como a sua. Ela aceita bem meu Hobby. Ainda bem!!

      Essa coleção de xadrez da Marvel é fantástica mesmo. Já havia visto algumas propagandas dela. Concordo com você. Se ela vir para o Brasil realmente a coisa vai ficar feia, pois será difícil não fazê-la.

      Essa coleção dos Novos 52 que você mostra no site da Kotobukiya é excelente mesmo. Tenho algumas peças dela. São muito detalhadas mesmo. Comprei em uma Loja de São Paulo (Capital) que é especializada em colecionáveis. Quando vi essas peças acabei comprando! A loja chama-se "Limited Edition".

      Valeu Antônio!!

      Grande Abraço amigo!!

      Marcelo.

      Excluir
  8. Boa noite a todos.
    Marcelo, estou colecionando via banca esta magnifica obra de arte da eagle moss. Uma passagem do anjo que jamais esquecerei, foi quando o Thor encontrou o Anjo grudado na parede dos esgotos pelos arpões do Carrasco maldito. Quase chorei na época de tanta emoção. A marvel soube aproveitar ao máximo o personagem transformando-o em Arcanjo, que para mim, foi uma das melhores adaptações, perdendo apenas no Shiro (Solaris) da era do Apocalipse, que ficou ótimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Tudo bem!?

      Legal que você está colecionando também. Seja bem vindo à esse seleto grupo! rs rs

      Olha... Confesso que esse arco de historias em que o Anjo é levado pelo Apocalypse e é torturado e praticamente destruído em sua verdadeira natureza, foi uma das histórias mais difíceis para mim também. Acho que isso acontece sobretudo pelo ideal e pela simbologia do Anjo, um personagem que representa algo sublime e celestial sendo destroçado daquela maneira. Eu não queria acreditar que tudo ia terminar com ele sendo praticamente transformado em um ser que, em quase nada, evocava o bem. Por isso entendo perfeitamente o que você diz acima!! Compartilhei esse sentimento com você. Porém, a Marvel queria, como você mesmo coloca mostrar que todo ser possui um lado guerreiro e que às vezes precisa ser despertado. Assim entendo onde eles queriam chegar.

      E eles conseguiram o que queriam, despertar uma grande angústia nos fãs!

      Valeu mesmo pelo comentário!!

      Grande Abraço!!

      Marcelo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados