quinta-feira, 30 de maio de 2013

Miniatura Marvel 21 - Capitão Britânia

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

Proveniente do outro lado do Atlântico, filho das frias, rochosas e medievais "Terras Altas" (Highlands), o Capitão Britânia foi criado para ser um moderno super-herói inglês. Sua 1ª aparição se deu em outubro de 1976 em revista própria e todos acharam que ele seria a versão europeia do Capitão América (o que de certa forma não deixa de ser verdade). Nessa matéria veremos alguns detalhes da Miniatura Nº 21 da Coleção de Miniaturas Marvel e conheceremos alguns detalhes da insólita e surreal trajetória de Brian Braddock, o Capitão Britânia.

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

A miniatura traz o Capitão Britânia em seu uniforme atual, sim, pois, quando foi criado sua indumentária era diferente. O traje era vermelho em sua totalidade e deixava apenas seus cabelos à mostra. Além disso, tinha o brasão de um Leão desenhado no peito (referência ao rei inglês Ricardo Coração de Leão). Naquela época o herói carregava consigo um bastão de poder e um amuleto ao redor do pescoço. O atual uniforme, como podem ver, é bem enxuto e faz referência à bandeira do reino unido.

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

Em sua origem, Brian Braddock era um típico "nerd" dos anos 60, um gênio da física que estudava em Londres e em suas férias se voluntariou para trabalhar na base secreta de "Darkmoor". Durante sua estada o local é atacado violentamente por um vilão (O Carniceiro). Brian, porém consegue escapar apenas para ser perseguido por um capanga do vilão que consegue joga-lo para fora da estrada, permanecendo inconsciente por um tempo. Quando acorda, Brian se vê em meio a um estranho círculo de pedras onde tem então uma visão. O Mago Merlin, acompanhado de outro ser de características feminina (mais tarde ficaríamos sabendo que era sua filha), confere-lhe então poderes: força sobre-humana, reflexos e sentidos ampliados. Na versão atual (que vemos nessas fotos), seu uniforme lhe permite acessar poderes energéticos, além de produzir um campo de força ao redor do herói.

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

É difícil falar da trajetória do herói. Na tentativa de afasta-lo do modelo de histórias aplicado ao Capitão América e a outros heróis, a Marvel levou o Capitão Britânia por aventuras surreais e muito complicadas em minha opinião. Vejamos um breve resumo desta trajetória. Após uma associação com outro herói britânico, O Cavaleiro Negro, em busca do corpo do Rei Arthur, o Capitão Britânia é levado à outros mundos de magia bem como à outras dimensões. Voltando desta longa aventura ele percebe que Merlin é na verdade um guardião de múltiplas realidades, que promove seu retorno à outra Terra (paralela à nossa). Lá, Brian descobre que faz parte, na verdade, de uma Tropa de Capitães Britânias.

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

Nesse distorcido mundo paralelo, Brian Braddock se envolve em lutas e conflitos que ao final ceifam sua vida. Merlin, no entanto consegue resgatar Brian dando-lhe uma 2ª chance. O Capitão Britânia que conhecemos hoje é na verdade esse, ou seja, um homem que vive uma 2ª vida em função do resgate de Merlin. É após esses eventos que ele se torna o líder do grupo "Excalibur". Grupo de heróis através do qual muitos de nós o conhecemos.

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

O tom surreal e insólito nunca deixaram de fazer parte das histórias do personagem. Isso, em minha opinião, impediu o herói de se tornar mais importante e ter mais destaque dentro do universo da Marvel. Atualmente venho acompanhando as histórias dos "Vingadores Secretos", equipe que age nos bastidores do cenário político mundial e que até bem pouco tempo estava sob às ordens diretas de Steve Rogers (o Capitão América). Fruto de um convite feito diretamente por Steve, Brian Braddock passou a integrar atualmente essa equipe. Seria isso uma tentativa da Marvel de trazer o herói inglês para o primeiro escalão de personagens da editora? Quem sabe...

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

As fotos que fiz aqui tiveram (propositalmente) como pano de fundo essa fria paisagem Brasileira Sulista. Meu objetivo foi situar o herói em um ambiente que nos arremetesse às Highlands Britânicas.

Miniatura Marvel Nº 21 - Capitão Britânia

Um grande abraço à todos.

24 comentários:

  1. Nunca li nada do Britânia nessa fase atual (só li na versão dos anos 70 com outro uniforme)...

    mas suponho q essa fase "surreal" seja a escrita por Alan Moore... q será um dos encadernados da SALVAT (q eu irei cofrar certo)!!!

    a salvat tbm tem um encadernado da fase bem recente: "Cap. Britânia e o MI-13" (outra q pretendo comprar)!!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo! Blz?

      Na verdade não conheço essa fase recente do Capitão Britânia. A única referência mais recente que tenho é essa participação dele nos Vingadores Secretos.

      Já essa fase antiga eu lí algumas coisas, porém não eram do Alan Moore. Eu até achei um pouco confusa. Mas acho o personagem com um grande potencial. Você me deixou curioso. Será que o Moore tem alguma coisa com o Capitão Britânia? Seria ótimo mesmo.

      Abcs!!

      Marcelo.

      Excluir
  2. Olá, Marcelo! Não me lembro onde, mas sei que já li algo a respeito dessa miniatura, só que um texto completamente diferente. Ambos os textos muito bons! Cada um a seu modo.

    Essas fotos, me lembraram de quando estive, há muitos anos, em uma fazenda nos arredores de São Borja. Fazia muito frio e fui para lá porque eu era mormon na época e não pude recusar o convite de um membro da Igreja que era uma pessoa rica e metida, mas também tinha suas qualidades como, por exemplo, um grande coração.

    Bela miniatura, mas que pena que esse personagem não se sobressaiu tanto dentre os demais. Talvez esse universo todo narrado por você tenha tido um começo em uma época diferenciada para os leitores assimilarem esses fatos. Se fosse hoje em dia, talvez, haveria mais adeptos.

    Também, talvez, super-heróis não combinem muito com magia, esoterismo e espiritualidade. Ainda que a historia não mostre exatamente isso, mas coisa dos tipo dimensões paralelas ou mudar algo indo ao passado ou futuro, dependendo do modo como são mostrados esses assuntos, cai em um certo misticismo que não tem nada a ver com o imediatismo funcional de um super-herói como esses da MARVEL.

    Mas estou falando de intrometido mesmo, pois não entendo bulhufas de muitos desses personagens, apenas pensei essas coisas baseado no teu texto.

    Abraços. Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí amigo Fabiano!? Beleza?

      Interessante essa combinação em uma mesma pessoa! "Meio metido, porém com um Grande Coracão!" Como as pessoas podem ser tão complexas, não é mesmo?

      Paisagens frias com essa vegetação rasteira me fascinam. Essa foto (da paisagem ao fundo) eu fiz quando eu visitei Cambará do Sul no RS. Um lugar que gostei muito!

      Quanto a mitologia do personagem eu a acho um pouco confusa mesmo. Acho que eles tentaram diferencia-lo do Capitão América e "nessas" eles criaram uma mitologia um pouco insólita e confusa na minha opinião.

      Eu acho (como vc) que fazer uma ou outra história usando dimensões paralelas e viagem no tempo até é legal. Mas construir toda uma mitologia de um herói usando essas premissas acaba banalizando-as. Isso aconteceu também (em minha opinião) com os X-Men. Foram tantas viagens no tempo para lá e para cá que as coisas ficaram muito difíceis de se entender! Magia, misticismo e espiritualidade devem ser usadas com muito cuidado e de vez em quando mesmo.

      Em relação à seu último comentário... Imagina Fabiano!! É muito legal ter sua visão e opinião aqui, pois dá para ter uma ideia de pessoas que sabem muito e daquelas que não estão tão imersas nesse universo.

      Valeu!

      Marcelo.

      Excluir
  3. "O traje era vermelho em sua totalidade e deixava apenas seus cabelos à mostra." Acho que optaram pela versão mais fácil de fazer. Gosto de ambas. Infelizmente, ainda hj, não li a fase do capitão escrita por Alan Moore. Consegui comprar essa miniatura há um tempo na banca. Gostei bastante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Kleiton... O Léo se referiu a essa fase em que o Alan Moore escreveu as histórias do Capitão Britânia. Eu particularmente não sabia que o Moore tinha escrito histórias envolvendo esse herói. Fiquei muito curioso e impressionado com essa notícia. Vou atrás dessa fase.

      Quem sabe ela não sai na coleção de Graphic Novels da Salvat? Como disse o Leo.

      Abc!

      Marcelo.

      Excluir
  4. Nesta postagem q eu fiz sobre os encadernados da salvat tem a capa da ed. do Cap. Britânia do Moore:

    http://submundo-hq.blogspot.com.br/2013/04/colecao-de-graphic-novels-marvel-parte.html

    o encadernado inteiro é do Moore.... e é melhor esperar q saia pela salvat!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Léo...

      Checado! Vi a capa... Sem dúvida nenhuma o velho mago das histórias também passeou pelo universo do Cap. Britânia! Ótima novidade! Eu não sabia.

      Já vi que essa coleção será cofre também!!

      Abcs!

      Marcelo

      Excluir
  5. LEO, duvido que esse encadernado saia nas bancas que frequento! Mas vou correr atrás!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Kleiton...

      Essa coleção foi muito comentada por ocasião de seu lançamento-teste. Vamos ver se a Salvat vai lança-la e quão abrangente ela será quanto à distribuição!

      Estou ansioso também.

      Abc.

      Marcelo.

      Excluir
  6. Oi, Marcelo!

    Parabéns pelas fotos! Ainda não conhecia esse herói. Seu Blog tem muitas novidades! Vou passar mais vezes por aqui!

    Abs, Licia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lícia...

      Que bom ver seu comentário por aqui. Realmente uma grande e boa surpresa. O espaço se dirige à isso mesmo, compartilharmos e discutirmos nossos hobbies!

      Fique sempre à vontade, ok?

      Abcs!

      Marcelo.

      Excluir
  7. Olá, Marcelo

    Parabéns pela matéria e pelas fotos. A paisagem do sul do Brasil combina muito com a Britânica mostrada nos filmes e séries medievais.

    O Capitão Britânia é um dos muitos heróis da Marvel que conheço superficialmente. Achei uma sacada inteligente torná-lo parte de uma das histórias britânicas mais conhecidas no mundo. Afinal, quem nunca ouviu falar do mago Merlin? Pena que não deu muito certo.

    Quanto a coleção Graphic Novels Marvel, comprei o quarto livro na semana passada, nele havia o aviso que a fase de testes chegou ao fim e o valor pago poderia ser devolvido mediante ao envio da página de créditos de cada livro.

    Perguntei ao setor de Marketing da Salvat, por e-mail, se a coleção seria lançada nacionalmente e se havia previsão. Responderam negativamente. Acredito que seja pra não alimentar expectativas antes de levantarem todos os dados obtidos no período de testes. Estou torcendo para que a coleção chegue às bancas na íntegra.

    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, legal amigo Moisa!!

      Pois é... Sempre que penso em fotografar a miniatura tento identificar quais imagens combinam com a mitologia do herói. Tirando uma ou outra que fotografei e que não consegui estabelecer uma relação exata entre o personagem e o local, a maioria eu tentei fazer isso.

      Então Moisa... Acho a mitologia do Cap. Britânia um tanto quanto confusa. Gosto de ambientes surreais e insólitos, porém creio também que isso tem que ser amarrado com uma narrativa sólida. O Leo Radd me chamou atenção para uma coisa interessante e que vc também deve ter percebido, ou seja, a Graphic Novel da Coleção da Salvat que traz histórias do personagem assinadas pelo Alan Moore. Eu particularmente não sabia que o Moore havia escrito para o Cap. Britânia. Fiquei muito interessado.

      Puxa... Quanto esse lance da Salvat espero que seja só isso mesmo que vc coloca acima. Que eles resolvam lançar!!

      Valeu pelas informações Moisa!!

      Abc.

      Marcelo.

      Excluir
  8. Amigo, chegou a ver que abriram para assinar a coleção DC? Eles querem nos falir? rsrsrs Meu Deus, e agora? Marvel Figurines + mangas (dragon ball, one piece, cavaleiros, Samurai X)+ DC? #Comofas?? acho que vou desistir do casamento,r srsrs. Já coloquei na minha cabeça que vou pegar algumas edições pontuais de ambas, e vamo que vamo. Sabe algo dessa coleção? Tipo quando virá para as bancas? Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Michael!?! Blz!?

      Pois é cara!! Fiquei sabendo dessa coleção sim!! Já vínhamos tendo rumores de seu lançamento desde o início do ano, porém a Eaglemoss abriu um site oficial para a coleção e já está comercializando os primeiros pacotes de assinatura!! Falência total!!!!!! rs rs

      Fiz uma postagem ontem sobre o lançamento desta coleção! Veja no link abaixo!

      http://marcelo-antologias.blogspot.com.br/2013/06/colecao-de-miniaturas-dc-comics-no.html

      Vamo que vamo mesmo!!! Sugiro você melhorar sua lábia com sua noiva! Eu estou ensaiando alguns discursos com para falar com minha esposa!

      rs rs

      Abcs!

      Marcelo.

      Excluir
  9. Vi agora Michael e realmente é para falir mesmo, pois estava pensando que seria em agosto ou setembro e olha no que deu. Vai ser uma paulada, pois como na minha cidade não chega e eu já renovei esse mês a da Marvel, para ter a DC, vou ter que partir para assinatura também. 180,00 em dez vezes, fora a montanha de quadrinhos que eu compro. Não sei aonde vou parar. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí amigo Marcílio!!

      Que coisa hein!!! Não sabemos se ficamos felizes ou preocupados ($$)!! rs rs

      E pensar que há pouco tempo não tínhamos nem sinal dessas coleções! Acabei de assinar o segundo ano da coleção da Marvel também e agora essa. Estou be feliz com esse lançamento! Compro muitos quadrinhos também assim como você. Ou seja, precisaremos de um orientador financeiro!! rs rs

      Abc!!

      Marcelo

      Excluir
  10. Não gostei dessa miniatura,pois nos quadrinhos o personagem é encorpado e forte e aqui está magro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigo... Tudo bem!?

      Olha... Vou ser franco com você. O uniforme que mais gostava do Capitão Britânia era aquele que ele usava nos anos 70, no qual seu cabelo saia por cima de uma máscara que pegava o rosto inteiro e a roupa era toda vermelha com tipo um Leão desenhado.

      Gostava mais. Como a maioria dos personagens da coleção possuem sua indumentária clássica, nada mais justo de fazer isso com o Capitão Britânia também, representando-o com uniforme clássico.

      Fizeram isso com o Homem de Ferro nessa coleção e eu tenho a mesma opinião sobre ele.

      Valeu!

      Gde. Abc.

      Marcelo

      Excluir
  11. Bela explicação! Eu acabei de comprar na banca por vinte reais. Coloquei no meui blog
    http://leandromd.blogspot.com/2015/02/minitaura-do-capita-britania.html, onde faço uma referência ao seu!
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leandro...

      Obrigado pelo comentário e visita aqui no Blog!! Já te visitei lá no seu espaço e deixei um comentário lá.

      Obrigado pela referência! Apareça mais vezes por aqui!!

      Abc.

      Marcelo.

      Excluir
    2. Com certeza, aparecerei.
      Até coloquei seu blog na 'lista de leitura" do Blogger, agora estou o "seguindo".
      Abraços!

      Excluir
    3. Valeu amigo!!

      Grande abraço!

      Marcelo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados