sábado, 6 de novembro de 2010

Cantigas

Escola Rural Mista Municipal Osvaldo Cruz
Minha infância foi feita de jograis, poesia, comemorações e cantigas. A responsável por isso foi minha querida mãe e professora que me alfabetizou e me deu aulas da 1a a 4a série do primário. Na isolada, antiga, mágica e cheia de histórias escola rural.

Dificil dizer se alguém ainda lembra das cantigas que cantávamos. Várias ainda estão comigo. Duas delas por vezes me vem ao coração, vindas do fundo de minhas memórias. Sempre tento cantá-las inteiras, mas não consigo, pois algumas partes se perderam em minha mente. De todas as pessoas, a única que talvez se lembre delas seja minha mãe!

O MAR

 
"Eu gosto do mar e das praias tranquilas... 
Eu gosto dos barcos que saem à pescar...
Na praia levanto uma tenda e o mar feito renda me vem abraçar... 
É lindo sentar para ver e correr para ver cada onda quebrar..."


AS FLORES


"Era uma vez um vento suave e constante, trazendo lembranças distantes de lindas manhãs...
Passou pelas flores em mil carícias dizendo, que vinha cantigas trazendo das flores irmãs...

As flores se uniram então, e todas se deram as mãos, e o vento suave passando viu todas as flores se amando, num leve sussuro falou: 
´As flores são como as crinaças guardando esperanças no seu coração... As flores são como as crianças guardando esperanças no seu coração....`

Todos os dias quando era bem de tardinha, e as flores estavam sozinhas, à espera do vento voltar.
E com saudades daquele vento calmo e constante que trazia lembranças distantes das flores irmãs...

As flores se uniram então, e todas se deram as mãos, e o vento suave passando viu todas as flores se amando, num leve sussuro falou:
´As flores são como as crinaças guardando esperanças no seu coração... As flores são como as crianças guardando esperanças no seu coração....`"

8 comentários:

  1. Seu acervo de memórias está muito bom.
    Que lindo!
    Como é bom de vez em quando fazer essa viagem no tempo... sem saudosismo, mas nos alegra sentir que tudo já vivemos valeu a pena.
    Abraços cheio de saudades.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, como tudo isso me faz relembrar de momentos inesquecíveis, de uma infância distante mas presente... lembra daquela.. se vc vai chegar as 4 Hs desde as 3 eu começo a ser feliz, se vc vier eu estou a te esqperar vou dormir de olho aberto só pra ver vc chegar!!!! Bjos!! Viu tbém me lembro!!!Márcia

    ResponderExcluir
  3. NOOOOOOSSA É LINDO,MEEU PROFESSOR CANTAVA COM A GENTE NA ESCOLA DA FAZENDA MUITO BOM MESMO,NAO ESQUECEREI JAMAIS,LINDO.

    ResponderExcluir
  4. Oie, cantamos no coral,

    Eu amo as cantigas do vento e do mar,
    eu gosto dos barcos que saem a pescar,
    Na praia levanto uma tenda e o mar feito renda me vem abraçar,
    é lindo na praia correr e sentar para ver cada onde quebrar....

    é linda, gostaria de saber quem é o autor.

    ResponderExcluir
  5. Aprendi essa música com babá quando eu tinha 10 anos acho...hj tenho 40.
    Lembro até hj...e canto pra minha irmã as vezes..hj ela com 35...mas apesar de ser canção da infância..preenche principalmente a ela (minha irmã) a falta que mãe faz...agradeço por encontrar completa aqui..abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo bem? Fico muito feliz que tenha deixado seu comentário aqui.

      Gosto muito dessas antigas canções. Meu sonho é um dia poder encontra-las novamente em um CD para ouvi-las novamente, especialmente essas que coloquei aqui.

      Muito obrigado por compartilhado seus sentimentos aqui.

      Grande Abraço...

      Marcelo.

      Excluir
  6. Olá marcelo, sou Ubiratã
    poderia fazer do segundo parágrafo o que acontece comigo, alguns fragmentos de canções da infância. Digitei no google para descobrir a letra, pois só lembro do início: ERA UMA VEZ UM VENTO SUAVE E CONSTANTE, TRAZENDO LEMBRANÇAS DISTANTES DE LINDAS MANHÃS...
    e aí abriu seu blog.
    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo Ubiratã!!

      Fico feliz de encontrar alguém que tenha passado por experiências semelhantes às minhas na infância.

      Fiz o mesmo caminho que você, digitei na Internet a letra da música e não veio nada! : (

      Daí resolvi escreve-la aqui a partir do que me lembrava dela. É possível que haja algumas incongruências em relação à letra verdadeira, porém acredito que sejam poucas.

      Muito obrigado pela visita!

      Gde. Abc.

      Marcelo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados